Inventor, Kia Soul e um pequeno felino

 

Como está acabando a semana, farei um apanhado do que aconteceu comigo durante estes dias.

– SOUL

A modelagem do Kia Soul chegou ao fim.

Estou feliz com o resultado do modelo, pois esforcei-me para deixá-lo o mais convincente possível.

 

Como alguns devem saber, utilizei a técnica do blueprint em algumas vistas para poder iniciar a modelagem. Mas em um determinado ponto do meu trabalho, o “blue” não me fornecia mais informações.

Apenas fotos na net e meus encontros ao vivo com o carro passavam-me noções de escala e detalhes que eu precisava.

Neste momento entrou o bom senso, um olho treinado e a habilidade do modelador.

“E agora Fábio??”

Iniciou a fase de materiais, iluminação e utilizarei o compositing.

Estou com algum material aqui comigo para rever alguns conceitos que eu já conheço, fora o aprendizado de alguns features do Blender 2.5 que eu ainda não sei.

No momento, estou vendo novamente a parte de iluminação, pois no último trabalho que eu fiz no Blender (warehouse), penei demais na localização das luzes para que me fornecesse um resultado final convincente.

Sei ajustar os modelos de luzes, mas não tenho boa experiência no posicionamento delas ao redor do meu modelo.

É bom dar uma olhada nos conceitos, mas do ponto de vista de outros autores.

No caso do compositing, já tenho na mira o material que irei chamar para ler: Andrew Price.

Meu PayPal já está engatilhado.

-INVENTOR


Saindo do Open Source…

Entrou um serviço grande aqui no escritório, e todo este serviço será feito no Inventor.

O workflow é: Pegar alguns desenhos antigos em jpeg, transformar em modelos no Inventor, detalhar no próprio.

Nada novo para mim, apenas a última etapa. Por causa disso, correu um boato que eu terei que fazer a revisão no Inventor.

Nunca tive interesse em aprender o Inventor, juntamente com o SolidWorks. Preferi/prefiro gastar meu tempo no Blender e ser um assassino no Autocad, tanto que eu fui fundo no Cad, mas não a ponto chegar no ObjectARX.

Bem, são boatos, mas o pensamento atual é: se for para aprender será apenas o básico. Nada demais.

Pensamento atual, mas posso mudar de opinião no futuro.

ahh, notaram que a foto acima é do Inventor 2008 ?? Tem uma razão para isso que contarei depois.

PRESENTE

O  aniversário de uma pessoa muito querida está chegando. Como a pessoa gosta de gatos, estou pensando em dar um gatinho. Mas esta pessoa já tem um gato, e tem medo que comece uma briga entre os felinos.

Tirando o gato, eu não tenho mais nenhum referêncial do que dar de presente. E olha que eu sabatelei de perguntas do tipo “o que você quer?? do que você gosta?? ”

Estou pensando em dar assim mesmo o gatinho e falar a famosa frase de um ex-chefe: “você tem que criar ferramentas para atingir os objetivos”.

O objetivo é ser feliz com o novo gatinho, mas evitando que ambos se matem.

Sugestões são bem vindas.

Cad, Blender, coffe, gatinho and day by day.

Seven !!!

73´s e 55´s

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s