Fatores não admitidos: 3 passos para frente e dois para trás

Para quem não sabe eu trabalho em um escritório de projetos.

No começo do ano para cá começou a ocorrer uma avalanche de solicitações de serviços acima do normal. Todos estes serviços foram abraçados e o resultado foram deadlines estourados e qualidade de desenhos que ficaram abaixo da média.

A relação com os clientes não terminou de maneira saudável.

Em minha opinião foram os seguintes fatores que levaram a sirene de “algo está muito errado” a ser acionada.

  • desenhistas ruins
  • prazos surreais
  • clientes ruins ao passar informações: ou falta de informação ou informação importante que é enviada tarde demais, alterando todo o projeto que estava quase acabando. Isso mata.

Eu posso afirmar: eu havia levantado a bandeira de help a muito tempo.

Apenas quando o efeito boomerangue chegou até a gente e em alguns projetos a chefia começou a gerenciar pessoalmente alguns desenhistas terceiros, as marcas ficaram na pele da diretoria e houveram anúncios de mudanças.

E as mudanças foram:

  • dois colegas chaves: um gerenciador de cargas (vendo a quantidade de trabalho de cada um dos desenhistas) e um coordenador de projetos mais direcionado a sua área.
  • controle de horas

O mais significativo para mim foi o Coordenador de Projetos mais efetivo.

O que estava acontecendo era que este meu amigo é um excelente projetista. Ao se deparar com desenhos ruins, ou serviços que não saiam, ele deixava de lado seu cargo de coordenador e punha a mão na massa para resolver.

Ele que modelava, desenhava, revisava em alguns momentos em que eu estava entupido de serviço. Agora acabou, ele ficará exclusivamente destinado apenas passar serviços, buscar informações com os cliente etc. Em casos extremos ele irá na casa do desenhista terceiro buscar o desenho que ainda não ficou pronto.

Mas isso para mim não responde ainda algumas perguntas do tipo: Como entregar um desenho de qualidade, no prazo, com recursos escasso de mão de obra?

Lembrando que escasso seria mal desenhistas ou bons desenhistas em número bem pequeno para o tamanho do projeto.

Quando eu encontrar esta fórmula irei engarrafar e vender.

Dou bastante atenção na questão do prazo de entrega. O escritório que trabalho não está sozinho nesta, cansei de escutar amigos que trabalham em outros lugares falando que prazos sempre são adiados.

Isso me leva a dar carimbo de autenticidade para o livro que estou lendo que é o Reworks. O autor comenta que não adianta fazer planejamentos de longo prazo, a situação é dinâmica no meio do caminho e tudo muda.

O que existe são palpites. Palpite de quando ficará pronto, quando será revisado, quando será entregue e por ai vai. Soa estranho mas soa mais real world.

Concordo. Cansei de ver trabalhos que soavam fáceis e ficaram com tonalidades gigantes no final.

Agora os meus pontos de vista:

Uma saída para esta situação seria a dupla prazos de entrega mais humano e ter desenhistas bons ao lado. Não precisa ser todos, mas a maioria.

Aquele desenhista que resolve o seu problema e não que crie mais problemas.

Mas desenhistas bons são absolvidos por empresas que oferecem mais recursos. Ai entramos em outra área que dá para gerar outro post.

Quanto aos prazos, estou desistindo. Não adianta, cansei de falar. Lógico que não haverá mudanças em relação a isso. Sempre haverá submissão a prazos dos clientes.

Já cansei de ouvir que fora do Brasil as coisas são diferentes. Alguém pode desmentir para mim?

Outra saída, que tentei estudar, seria modelar o estudo básico no SolidWorks e gerar, através dele, as peças de detalhamento em DWG.

Seria o caminho inverso do 2D para o 3D. Mas estou enfrentando algumas limitações técnicas em relação a isso. Parece que eu preciso estudar C++ para criar aplicativos no Solid que realize esta necessidade.

No fundo esta a é minha solução utópica: criar algo que não dependesse tanto do fator humano, mas uma ferramenta que ajude você a eliminar um monte de etapas e variáveis que levem ao erro.

Como eu queria ser software developer para realizar isso.

Fico feliz que a chefia tenha gritado e reunido o pessoal. Não que eu esteja de acordo com todas as soluções tomadas, na verdade sinto falta de mais soluções.

Houveram pontos que não foram mencionados nestas mudanças.

Mas da maneira como estava, não tinha mais como piorar.

Na verdade sempre tem como piorar. Sempre.

73 55

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s